Tracejado_site Tecnologia

 

RFID (Identificação por Rádio Frequência)

Sigla para Radio Frequency Identification (Identificação por Rádio Frequência), é uma tecnologia utilizada amplamente em diversos segmentos de mercado, como controle de acesso, cadeia logística, identificação animal, bilhetagem eletrônica, pedágios, etc. As aplicações são inúmeras e para cada uma delas existem tecnologias RFID mais adequadas, como explicado abaixo (LF, HF e UHF).

LF (Low-Frequency): tipicamente trabalhando em 125kHz, se popularizou no mundo como uma tecnologia utilizada no Controle de Acesso de Pessoas e também no mercado automotivo com os chamados Immobilizers, onde um Chip RFID é colocado dentro da chave do automóvel e no cilindro onde liga a chave existe um Leitor RFID. Há diversos fabricantes do chip deste padrão, onde os mais famosos são NXP, Atmel e a EM Microeletronic, responsável pelo chip EM4001 amplamente difundido no mundo com cartões e chaveiros RFID e que virou sinônimo de Proximidade. No padrão LF também são desenvolvidos tags utilizados na identificação animal, que trabalham na frequência 134,2kHz e seguem o padrão  ISO 11784/11785. Neste padrão, normalmente é transmitido apenas o número serial e a distância de leitura fica em alguns centímetros (2-5cm) ou, em casos especiais, podendo chegar a 1 metro. A Solid Invent disponibiliza essa tecnologia em seus produtos de forma opcional, buscando compatibilizar com cartões já existentes em instalações.
Tecnologia
Tecnologia

HF (High-Frequency): tipicamente trabalhando em 13.56MHz, este padrão regulado pela norma ISO 14443, tornou-se muito difundido no mundo principalmente por seu uso em Bilhetagem Eletrônica (passagens de ônibus, trem, metro, etc.). O padrão Mifare, da empresa NXP, é talvez o mais utilizado e conhecido dentro deste universo. O grande diferencial deste padrão, se comparado com o LF, é a disponibilização de memória interna com proteção (senhas), além de um número único identificador. Isso permite que saldos (R$) sejam salvos com segurança dentro dos cartões utilizados pelos passageiros, como por exemplo o Bilhete Único e o BOM em São Paulo, o Rio Card no Rio de Janeiro e o Tri e Teu na Grande Porto Alegre. A distância de leitura aqui é semelhante ao LF, (2-5cm). Este também é o padrão que está em expansão no mundo Mobile, conhecido por NFC (Near Field Comunication), regulado pela norma ISO 18092, que promete revolucionar o mercado. A Solid Invent utiliza Mifare 1k por padrão em seus produtos quando se trata de proximidade, por acreditar ser uma tecnologia mais robusta e que permite implementações futuras em instalações de clientes.

Fontes de Referência: https://en.wikipedia.org/wiki/MIFARE

Tecnologia

UHF (Ulta High Frequency): tipicamente trabalhando de 860 a 960MHz, tem como principal norma a EPC Global GEN2 (ISO 18000-6C). Este padrão tornou-se muito difundido no mundo principalmente pela utilização na cadeia logística (controle de estoques,  movimentação das mercadorias, etc.), além de ser amplamente utilizado em pedágios na identificação veicular. Aqui, os Tags são lidos pelos leitores a distâncias que podem chegar a 10 metros e centenas de tags podem ser lidos simultaneamente em poucos segundos, diferentemente dos padrões LF e HF. No Brasil, vemos o Exército Brasileiro adotando a tecnologia para controles internos, além de diversos outros cases. A Solid Invent utiliza essa tecnologia em seu sistema de Identificação Veicular (Tags RFID).

Tecnologia