Tecnologia RFID: entenda como funciona e onde é utilizada

Tecnologia RFID: entenda como funciona e onde é utilizada

O uso de etiquetas com a tecnologia RFID tornou-se popular nas últimas décadas em vários setores, especialmente em empresas de comércio. No entanto, essa tecnologia possui uma grande versatilidade, podendo ser adotada em várias rotinas corporativas. Dessa forma, companhias podem criar rotinas mais eficazes e com maior capacidade de atender às necessidades do mercado.

Quer saber mais sobre essa tecnologia e como ela pode ser utilizada na sua empresa? Então veja o nosso post de hoje!

O que é a tecnologia RFID?

Sigla para Radio Frequency Identification (ou Identificador de Radiofrequência, em tradução direta), a RFID é uma tecnologia utilizada por empreendimentos para a verificação de informações ou execução de comandos semânticos.

De forma semelhante ao NFC, a RFID utiliza tags (também chamadas de etiquetas) para a identificação de itens comerciais, pessoas ou até mesmo veículos. As informações são lidas por meio de um leitor eletrônico, que verifica os dados com agilidade, segurança e precisão sem a necessidade de conexões físicas.

Como a tecnologia RFID foi desenvolvida?

As tags RFID foram introduzidas na década de 1970 e, desde então, foram adotadas em vários empreendimentos. Originalmente utilizadas para o rastreamento de produtos, elas foram introduzidas em novos ambientes, criando processos mais eficazes e precisos. O funcionamento de cada etiqueta é simples, sendo o processo de leitura de dados composto por quatro etapas. São elas:

  • Primeira etapa: as informações são armazenadas na etiqueta RFID e ficam em standby, aguardando um pedido de leitura.
  • Segunda etapa: a antena da etiqueta recebe um sinal eletromagnético enviado pela antena do leitor de tags RFID.
  • Terceira etapa: Utilizando a energia armazenada em uma bateria interna ou coletada por meio do campo eletromagnético do leitor, a etiqueta envia os dados solicitados por meio de ondas de rádio.
  • Quarta etapa: o leitor de tags RFID recebe as informações por meio de ondas de rádio e faz a interpretação dos pacotes de dados.

Esse processo é simples e feito em instantes, garantindo que as tags RFID possam ser utilizadas em várias aplicações.

Adotando a tecnologia RFID no seu negócio

As tags RFID são tradicionais em supermercados e lojas de conveniência. Em muitos casos, a sua adoção é feita por empresas que buscam formas mais eficientes de rastrear produtos, evitar roubos e avaliar como cada mercadoria circula dentro do ambiente interno. Além disso, comércios que lidam com a entrada de produtos podem implementar as etiquetas RFID para terem processos de logística com um número de informações maior e mais preciso.

Em estacionamentos, por exemplo, as etiquetas RFID podem ser utilizadas para tornar a experiência de clientes mais agradável e prática. Empresas que possuem planos mensalistas, por exemplo, podem implementar o uso de tais ferramentas para auxiliar na identificação de veículos. Assim, o tempo de entrada e saída de clientes é reduzido.

A identificação de funcionários também torna-se mais simples. Isso pode ser útil especialmente em empreendimentos que possuem catracas eletrônicas e sistemas de segurança. Com as etiquetas RFID, o crachá passará a contar todas as informações de autorização de acesso, nome do colaborador e outros dados que podem impedir ou liberar o seu tráfego em um local, tornando a política de segurança predial mais robusta.

A longo prazo, dados levantados por meio de etiquetas RFID darão uma visão mais ampla para o negócio sobre o seu funcionamento, pontos fortes e processos que podem precisar de melhoria. Principais clientes, mercadorias mais vendidas e momentos de maior movimentação são rastreados com mais precisão e agilidade. Dessa forma, a empresa consegue criar estratégias de mercado com uma capacidade de gerar lucros maior.

E então, gostou do nosso post sobre tecnologia RFID e quer ficar por dentro de outras postagens sobre o assunto? Então assine a nossa newsletter e receba em primeira mão as principais novidades da área!