Conheça os prós e os contras de contratar síndicos profissionais

Conheça os prós e os contras de contratar síndicos profissionais

De uns anos para cá, com a explosão imobiliária e a construção de condomínios cada vez maiores, os síndicos tradicionais, geralmente moradores eleitos para ocupar a função, passaram a dividir espaço com os chamados síndicos profissionais, pessoas que, apesar de não terem nenhuma relação com o condomínio, são contratadas para administrá-lo. Na hora de escolher qual é a melhor opção, é importante ter em mente que ambas têm prós e contras. Enquanto contratar um síndico terceirizado ajuda a ter uma gestão mais profissional, essencial principalmente no caso de condomínios maiores, o síndico tradicional não custa tão caro e, ainda, conhece e vivencia de forma intensa os problemas e necessidades do local, pois vive nele. Veja os prós e os contras de contratar síndicos profissionais e tenha mais informações para decidir qual a melhor opção para o seu condomínio:

Síndicos tradicionais

Uma das principais vantagens de optar por um síndico tradicional para a administração de condomínios é o custo. Geralmente, para ocupar a função, o morador recebe isenção do condomínio, o que sai bem mais em conta do que um salário pago a um profissional terceirizado. Além disso, como mora no local, o síndico tradicional costuma ser conhecido por todos os moradores, que sabem a quem recorrer caso tenha algum problema. Outra vantagem é que, como está sempre presente, o síndico tradicional pode agir prontamente em caso de imprevistos nos finais de semana e feriados e consegue acompanhar de perto a rotina do prédio (ou prédios), identificando rapidamente pontos que precisaram ser acertados.

Se a proximidade e vivência da rotina do local podem ser prós para a contratação de um síndico tradicional, esses fatores podem também depor contra ele. Por ser moradora do condomínio, a pessoa escolhida pode ter dificuldade na hora de manter o distanciamento e, em determinadas situações, pode levar as coisas para o lado pessoal. Outro ponto: por não ser exatamente a primeira ocupação dele, o síndico pode não ter o tempo necessário para cuidar do condomínio como deveria.

Síndicos profissionais

Contratar um síndico terceirizado tem, entre outras vantagens, a garantia de contar com uma gestão mais criteriosa e capacitada para o condomínio. Por não ser morador, o profissional contratado consegue manter o distanciamento dos condôminos e resolver os problemas como faria em uma empresa. Isso é particularmente útil no caso de grandes condomínios, com estruturas externas, como área de lazer, piscina, academia etc. Além disso, por ter na administração do condomínio o seu emprego, consegue dedicar à função o tempo necessário para manter a operação do condomínio em dia.

Por outro lado, um síndico profissional pode custar caro para os caixas do condomínio. Seu salário pode chegar até R$ 15 mil, além de benefícios, dependendo da especialização do contratado.

Quando o assunto é gestão de condomínios, a decisão de contratar ou não síndicos profissionais passa pela avaliação do que o local realmente precisa. Prédios pequenos, com poucos moradores, dificilmente precisam de alguém profissional para administrar. Já no caso de condomínios grandes ou no estilo clube, ter uma gestão profissional, ainda que cara, pode ser necessário.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!